quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

PLNM - NÍVEL INICIAÇÃO - Turma A - 2009-2010






A especificidade do trabalho com alunos que têm o português como LNM deve-se também ao facto de estes alunos constituírem um grupo heterogéneo sob diversos pontos de vista:

(1) etário: ao contrário do que acontece com a LM, em que o desenvolvimento cognitivo se faz a par do linguístico, no caso da aquisição de LNM, em geral, assim não acontece. Em conformidade, a selecção das actividades lectivas deve ter em consideração, tal como no caso da LM, não só a adequação destas à proficiência linguística do aluno, mas também à sua idade. Dito de outro modo: o professor deve assegurar-se de que as actividades propostas estão de acordo com o nível etário e linguístico do aluno.

(2) linguístico: a população que tem o português como LNM abrange alunos:
a) falantes de diferentes LM, umas mais próximas, outras mais afastadas do português, propiciando diferentes graus de transferência de conhecimentos linguísticos e de experiências comunicativas;
b) em diferentes estádios de aquisição;
c) que, fora da escola, o usam em maior ou menor número de contextos e com um grau de frequência desigual;
d) e que dispõem de diferentes capacidades individuais para discriminar, segmentar e produzir sequências linguísticas.

(3) cultural: diferentes hábitos de aprendizagem, bem como diferentes representações e expectativas face à escola.
A combinação de todos estes factores conduz a ritmos de progressão distintos.

in: Linhas Orientadoras para o trabalho inicial em Português língua não materna Ensino Secundário, DGIDC